loading
Código de Conduta

O Código de Conduta é parte integrante do Contrato de Trabalho que o profissional mantém com o Grupo CMP.

Cada um de nós é responsável por colocar integridade em tudo o que fazemos, por agir de acordo com os altos padrões que nós, funcionários da CMP, nos propusemos seguir. Cada funcionário da CMP cumprirá as leis aplicáveis, nossas políticas e nosso Código de Conduta, e relatará ao Setor de Recursos Humanos ou Diretoria Administrativa qualquer situação que aparente violar esse compromisso.

Confiamos na integridade de nossos funcionários e estamos prontos a ajudar em questões e situações de conflito. Entretanto, os funcionários que não cumprirem o Código estarão sujeitos a ações disciplinares, até e inclusive demissão. Além disso, esperamos que todos os funcionários cooperem com qualquer investigação de uma suposta violação do Código.

Código de Conduta

Agir com Integridade em todas as nossas atitudes porque ela é o alicerce de nossos negócios. Um negócio construído sobre Integridade cria vínculos de confiança entre nós, clientes e fornecedores.
Ser transparente e franco em nossos negócios, claro e preciso em nossas comunicações.
Tratar as pessoas com dignidade e justiça. Ouvir as ideias dos outros, mesmo que sejam contrárias às nossas e trabalhar em conjunto com humildade.
Agir de acordo com nossos compromissos e ser responsável por nossos atos.
Ser valente o suficiente para expressar e defender nossos valores. Ser correto mesmo quando for mais fácil agir de forma errada.
A CMP tem o compromisso de criar um ambiente vencedor, que seja diferente e livre de discriminação e constrangimento. Não toleramos conduta discriminatória nem constrangimentos, de nenhuma espécie, inclusive de natureza sexual, racial ou religiosa. A CMP estabeleceu determinadas Exigências Básicas de Saúde e Segurança. Cada um de nós tem responsabilidade individual com a segurança. O uso de bebidas e drogas no local de trabalho, nos alojamentos e ônibus da empresa é terminantemente proibido.

Procuramos superar nossa concorrência de forma justa e honesta, buscando vantagens competitivas por meio da excelência de desempenho, e nunca mediante práticas comerciais ilegais e antiéticas.

Subornos e Propinas são ilegais e proibidos porque prejudicam drasticamente a construção da confiança que precisa ser criada a fim de se promover um ambiente saudável para o crescimento de nossos negócios. Nenhum funcionário pode jamais solicitar nem aceitar suborno ou propina.

A CMP tem o compromisso de oferecer coerentemente produtos da mais alta qualidade. O compromisso com a qualidade é um dos nossos principais valores.

Como empresa, estamos comprometidos com a proteção do meio ambiente e com a saúde e segurança de nossos funcionários. Como parte desse compromisso, esforçamo-nos para cumprir as leis e as exigências de meio ambiente, saúde e segurança em qualquer local em que operamos.
Os ativos da empresa devem ser usados para conduzir os seus negócios e esperamos que todos sejam responsáveis e empreguem o bom senso ao usá-los. É de nossa responsabilidade protegê-los contra perda, roubo, uso indevido e desgaste.

A CMP tem orgulho de ser referência no mercado da Construção Civil Industrial. É um privilégio ser capaz de oferecer nossos produtos e serviços a inúmeros clientes. Se constatada pela CMP qualquer violação a este Código de Conduta, poderá ser aplicada medida disciplinar, como: advertência verbal ou escrita, suspensão ou rescisão do Contrato de Trabalho. Caberá à CMP avaliar a gravidade da falta cometida e determinar a medida disciplinar cabível.

Esperamos que a Administração do Grupo CMP dê o exemplo de conduta comercial adequada, o que significa criar e manter um ambiente de trabalho em que os funcionários tenham consciência do comportamento ético que deles se espera, e se sintam à vontade para levantar dúvidas ou preocupações relativas a esse comportamento. Nossa Administração, em todos os níveis, deve estar atenta a sinais indicativos de possíveis ocorrências de violação de nosso Código. Por fim, cada colaborador tem a responsabilidade absoluta de relatar ao Setor de Recursos Humanos ou Diretoria Administrativa qualquer ocorrência de uma suposta ou aparente violação.